NUTRILOGIA

Brasil Português Español

Pular para conteúdo principal »

Principal

Você está agora em:

Fosfatidilserina com Colina e Inositol

Duplo clique na imagem para vê-la ampliada

Reduzir
Aumentar

Mais visualizações

Fosfatidilserina com Colina e Inositol

Enviar para um amigo
Seja o primeiro a avaliar este produto
Inscrever-se para alerta de preço

Disponibilidade: Esgotado.

R$103,04

Descrição rápida

Fosfatidilserina com Colina e Inositol, Melhora a memória, o declínio mental, a capacidade cognitiva bem como a capacidade de concentração.

Fosfatidilserina é um fosfolípido essencial para a saúde cerebral porque promove a utilização de glucose pelo cérebro. A glucose é o principal combustível do nosso sistema nervoso, cerca de 20% da glucose do nosso corpo é utilizada somente pelo cérebro. A Fosfatidilserina aumenta também os níveis de acetilcolina, pelo que a suplementação com a mesma melhora a memória, o declínio mental, a capacidade cognitiva bem como a capacidade de concentração. A Fosfatidilserina diminui ainda a concentração de cortisol, diminuindo o stresse e a produção de radicais livres a nível cerebral, evitando o catabolismo muscular e acelerando a recuperação.
A fórmula é ainda potenciada com Colina e Inositol, pertencentes à família do complexo B, e muito importantes no processo de transmissão sináptica.
Em 2004 a Fosfatidilserina da Now Foods, ganhou a votação para o suplemento de Fosfatidilserina que mais vendeu no mercado norteamericano, tendo ganho o Vity Award, atribuído pela revista Vitamin Retailer.

Os tecidos cerebrais, são particularmente ricos em fosfatidilserina, à medida que envelhecemos diminui a quantidade deste fosfolípido nas células. Vários estudos têm demonstrado que a fosfatidilserina aumenta o metabolismo nas células do cérebro, melhorando a memória, a concentração, a capacidade de aprendizagem e de tomar decisões.
No cérebro, a fosfatidilserina ajuda a manter a integridade das membranas celulares e a manter a plasticidade sináptica.
A fosfatidilserina pode reduzir o risco de demência e a disfunção cognitiva nos idosos.

Esta substância é muito mais abundante no cérebro do que em qualquer outro órgão e atravessa a barreira hematoencefálica, chegando ao cérebro poucos minutos depois de ser absorvido. A diferenciação dos neurónios, activação e renovação, produção e libertação de transmissores nervosos, envolve processos na membrana que dependem da fosfatidilserina da membrana.

Este fosfolípido é um componente-chave das membranas celulares no cérebro e por isso, a investigação clínica tem focado a sua atenção na função mental como a memória, principalmente em pessoas mais velhas, a capacidade de aprendizagem e o humor, e na reversão de alguns sintomas relacionados com a diminuição da memória causada pelo envelhecimento. 

A fosfatidilserina permite uma melhor entrada de nutrientes e a saída dos produtos residuais das células e a melhor comunicação entre estas, facilitando a condução dos impulsos nervosos e a libertação dos neurotransmissores. Os vários estudos realizados revelam que o uso de fosfatidilserina melhora a capacidade de aprendizagem, memória, função cognitiva e, torna-o um nutriente fundamental para o cérebro.

Estimula a libertação de vários neurotransmissores, tais como a acetilcolina e a dopamina. Melhora o transporte de iões e aumenta o número de locais receptores de determinados neurotransmissores do cérebro. Ajuda a promover a homeostase das células. Atenua a resposta do cortisol ao exercício. Ajuda os atletas a ajustarem-se ao stresse causado pelo exercício, pois tem um papel fundamental na reparação das membranas de células vitais, destruídas durante os treinos intensos. Pode ainda fornecer energia necessária para uma recuperação muscular mais rápida. A fosfatidilserina é responsável pela diminuição da secreção da hormona ACTH (adrenocorticotrofina) depois do exercício, que leva à diminuição da secreção do cortisol - hormona do stresse/catabólica, que se eleva como resposta ao exercício físico - a qual acelera a destruição da célula muscular. Segundo o Dr. Edmund Burke (ex-director do Centro de Ciência e Tecnologia da equipa de ciclismo Olímpica Americana) doses entre 400 e 800mg de Fosfatidilserina por dia, são o suficiente para se conseguirem bons resultados, ao nível da recuperação muscular. Por outro lado, o cortisol leva à acumulação de placas calcificadas no cérebro, as quais poderão conduzir a doenças degenerativas neste importante órgão. 

Ao nível celular, a fosfatidilserina desempenha uma importante função reguladora no metabolismo de proteínas, gorduras, hidratos de carbono, sódio e potássio.
É um fosfolípido que participa na formação das membranas celulares, mantendo íntegras as suas propriedades biomecânicas. Também está relacionado com o metabolismo da glicose cerebral e com o número de receptores de neurotransmissores. Vários são os estudos que referem que a fosfatidilserina melhora o estado de ânimo e a depressão. Ao contrário dos medicamentos antidepressivos típicos, a fosfatidilserina promove uma melhoria nos sintomas depressivos, sem influenciar nos níveis de serotonina ou dos outros neurotransmissores.

A colina e o inositol tem uma acção muito semelhante às vitaminas do complexo B. A colina é encontrada na maior parte dos tecidos e é necessária para a transmissão sináptica; o inositol actua de forma sinérgica com a colina potenciando a fórmula.

Suplemento nutricional indicado para:
- Melhoria da memória; 
- Melhoria da capacidade cognitiva;
- Aumento da capacidade de aprendizagem;
- Aumento da capacidade concentração;
- Prevenção da fadiga física e mental.

Composição (por cápsula):

Fosfatidilserina

100mg

Colina

100mg

Inositol

50mg

Modo de Utilização

Tomar 1 cápsula, 1 a 3 vezes por dia com uma refeição.

Nota: Doses muito elevadas podem causar distúrbios gastrointestinais como náuseas e indigestão.

Apresentação

Frasco com 30 cápsulas.


Escrever sua opinião

Você está revendo: Fosfatidilserina com Colina e Inositol



Marcas

Meu carrinho

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Boletim informativo

Boletim informativo